fbpx
🏳️‍🌈
Orgulho /

Todas as nossas matérias (e playlists) sobre artistas e/ou produções LGBTQIAP+.

(Dos mais recentes para os mais antigos)

🎧
Playlists.
🏳️‍🌈
Orgulho /

Todas as nossas matérias (e playlists) sobre artistas e/ou produções LGBTQIAP+.

(Dos mais recentes para os mais antigos)

“Sex Education” mantém o nível das outras temporadas e segue entregando histórias envolventes e importantes no terceiro ano da produção.

Com a mistura de pop e rap ao seu modo, Lil Nas X se mostra enquanto identidade e artista com ousadia e coerência com o álbum de estreia “MONTERO”.

Com “Reverie”, seu segundo álbum, Ben Platt consegue atingir uma vulnerabilidade ainda maior, em um projeto fenomenal.

“Eu Nunca…” volta com a 2ª temporada à Netflix em um novo ano decepcionante e frustrante para o bom potencial da série.

Com o lançamento brasileiro da HBO Max, resolvemos fazer uma lista de indicação com produções novas e velhas da plataforma.

Mesclando entre um novo capítulo e um encerramento da história da família Gardner, “Atypical” tem seu desfecho após 4 temporadas de sucesso.

Para a temporada final, “Pose” parece deixar tudo para trás e focar em uma temporada sobre “aquilo que poderia ser”.

“Elite” estreia a quarta temporada com narrativa fraca e problemática, resumindo todas suas soluções com uma exagerada quantidade de sexo.

Pabllo Vittar renova ritmos como o tecnobrega e o forró e deixa claro que há espaço para todas as comunidades no universo musical

Atitudes agressivas, discursos posicionados e falas polêmicas marcaram a 21ª edição do Big Brother Brasil.

“Lucifer” continua o bom trabalho de desenvolvimento de personagens, em uma temporada divertida e de grandes proporções para a humanidade.

Mesmo fazendo parte do catálogo HBO, “The Nevers” é uma positiva surpresa, em uma série de ficção-científica protagonizada por mulheres.

Em “Dancing with the Devil”, tanto no álbum quanto no documentário homônimo, Demi Lovato mostra seu renascimento artístico e pessoal.

Na nova produção da Netflix, Rosamund Pike repete a fórmula de Garota Exemplar e traz uma performance intrigante.

“Euphoria” faz um retrato vibrante, energético, profundo e preciso da vivência estimulante da juventude contemporânea.

“Color Rush” é um drama BL de qualidade, utilizando de um teor fantástico para criar um romance gay sólido e cheio de nuances e camadas.

Com terceira temporada, “Star Trek: Discovery” derrapa e entrega abaixo do esperado, mesmo com uma interessante adição de enredos e personagens.

Em “Affair”, Gloria Groove nos leva da carência ao desapego por meio de um discurso musical intimista e profundo.

“Alguém Avisa?” tenta ser um romance lésbico natalino, mas falha em uma caracterzação interessante e acaba apenas como um filme incômodo.

Em “The Prom: Festa de Formatura”, Ryan Murphy adapta o musical da Broadway com um elenco estrelado em um filme envolvente e ritmado.

“A Maldição da Mansão Bly” revisita e expande com esmero o universo criado por Mike Flanagan em “A Maldição da Residência Hill”.

Corpos diferentes, artistas de múltiplas nacionalidades e o olhar profundo sobre a moda tornam “Savage X Fenty Show” mais que um desfile.

“Legendary” estreia levando o Vogue para uma competição global de Casas, em um reality cheio de personalidade e unidade.

“The Old Guard” tem fidelidade na trama da HQ que adapta as telas de cinema, mas o faz por meios genéricos que esvaziam um bom potencial.

“Boca a Boca”, série brasileira da Netflix, surpreende com uma estética psicodélica e uma trilha sonora impecável que dão folego a história.

A arte mostra a importância do “lugar de fala”, mas também comprova que com empatia e diversidade quebraremos as barreiras de vivências.

“Inferninho” combina uma atmosfera expressionista e um senso de surrealismo para falar sobre a marginalização na sociedade.

“Até O Fim”, novo filme de Ary Rosa e Glenda Nicácio, toma a representatividade como mote e a trabalha com os corpos errantes do ótimo elenco.

Na 5ª temporada, Queer Eye retorna sediada em uma nova cidade, com histórias inéditas ainda mais emocionantes e importantes de serem ouvidas.

O novo ano de “The Politician” chega a Netflix com uma narrativa mais ambiciosa, com desafios e temas mais complexos que no ano de estreia.

“How to Get Away with Murder” chega a um fim memorável, depois de 6 anos de mais uma série impecável captaneada por Shonda Rhimes.

“We’re Here” leva para a HBO três drag queens de renome, em uma série documental carismática que garante divertimento e visibilidade.

“Love, Victor” expande o universo teen apresentado com o filme “Love, Simon”, agora em uma série também envolvente e emocionante.

“Space Force” até tem uma boa abordagem satírica ao projeto espacial dos EUA, mas só se sustenta graças ao trabalho energético de Steve Carell.

Em sua décima sexta temporada, “Grey’s Anatomy” reforça, mais uma vez, a falta de folego que vêm apresentando nos últimos anos.

Adaptando o livro de Elísabet Benavent, a primeira temporada de “Valeria” diverte, mesmo que peque no desenvolvimento das personagens.

“Paris is Burning” completa 30 anos, consolidando-se como um documentário de extrema importância para a história da comunidade LGBTQIAP+.

A quinta e última temporada de “She-Ra e As Princesas do Poder” encerra uma divertida, profunda e interessante série animada.

Nova minissérie de Ryan Murphy para a Netflix, “Hollywood” aborda histórias sobre fama, reconhecimento e preconceito nos anos 40.

Em Ben Platt Ao Vivo em Nova York, o artista entrega uma performance energética e intimista, se abrindo ao público como nunca na carreira.

“Escândalo Municipal” surpreende pela qualidade com que seu diretor constroi um drama político pautado em uma história real.

Em quatro episódios, “RuPaul’s Secret Celebrity Drag Race” recruta celebridades para competir no formato do premiado programa liderado por RuPaul.

Com “AJ and the Queen”, RuPaul volta as telinhas interpretando um papel dramático, em uma divertida série pelo mundo das drag queens.

Apesar das boas atuações e carisma, a terceira temporada de “O Mundo Sombrio de Sabrina” não funciona tão bem, soando preguiçosa e bagunçada.

“Arlequina em Aves de Rapina” traz uma renovação necessária para o gênero dos super-heróis, em um filme divertidamente pertubado.

“The Good Place” termina a sua jornada como uma importante série capaz de mascarar seu teor filosófico com arcos cômicos bem construídos.

Na primeira metade da última temporada, “As Telefonistas” perde sua essência e conta histórias desinteressantes e previsíveis.

A excelente derradeira temporada de “Bojack Horseman” nos prova como o recomeço é necessário, por mais doloroso que seja.

Pouco inspirada, a nova série de High School Musical é, acima de tudo, uma grande homenagem e celebração para a trilogia original de filmes.

“Jojo Rabbit” equilibra sátira e sensibilidade para falar sobre temas contemporâneos e a necessidade de empatia no mundo atual.

Com o mega crossover, o Arrowverse adaptou um importante arco dos quadrinhos, realizando drásticas mudanças no universo ficcional.

Equilibrando comédia à temáticas contemporâneas e sexualidade, o segundo ano de “Sex Education” aprofunda no autoconhecimento.

“Minha Mãe É Uma Peça 3” é um recente sucesso do cinema nacional, que alcança esse status como uma comédia para toda a família.

A franquia “As Panteras” ganha, em 2019, um filme divertido, em uma trajetória que nasceu na década de 1960 na televisão norte-americana.

“Titãs” estreia a segunda temporada com grande potencial e atuações fortes, mas volta a falhar com alguns aspectos de sua narrativa.

A primeira metade de “111” mostra que Pabllo Vittar volta com um novo álbum forte, interessante e envolvente para a música pop brasileira.

“Queer Eye” vai ao Japão para episódios especiais, unindo suas histórias fortes e bonitas conexões com uma ótima mudança de ares e culturas.

“Why Women Kill” é uma divertida série estrelada por três mulheres, em uma história que busca entender o que leva uma mulher a cometer assassinato.

Em “Ritual”, seu álbum de estreia solo, Davi mostra muita autenticidade, com uma mescla de estilos, conceitos e gêneros bem utilizada.

A nova temporada de “Dear White People” começa a dar indícios de uma falta de fôlego narrativo, perdendo o tom certeiro que deu vida ao show.

Apesar das pontas soltas e de situações que não se explicam, “As Telefonistas” não peca na emoção e no teor novelístico da produção.

Christina Aguilera comemora 20 anos de carreira, com uma trajetória sólida e de sucesso, colocando-a como A Voz da Geração.

Taylor Swift deixa sua era “reputation” de lado e adota, com “Lover”, um lado de inteira positividade e de muito amor.

“Derry Girls” oferece comédia e drama adolescente na medida certa, sendo uma grata surpresa entre as produções originais Netflix.

“Orange Is The New Black” termina o seu ciclo de uma forma emocionante, com as suas poderosas histórias de personagens femininas.

Há 10 anos, com o “Here We Go Again”, Demi Lovato apostava na pessoalidade e no gênero soul para mostrar sua paixão e vontade pela música.

“Good Omens” é uma genial série da Amazon Prime que usa das histórias bíblicas para construir uma divertida aventura contra o Apocalipse.

Em uma temporada mais forte, o quarto ano de “Queer Eye” foca em Heróis que são pilares da comunidade e precisam, mais que tudo, de desabafar.

Mais uma vez, “La Casa de Papel” desperta emoções intensas no público e deixa seu público ansioso pelo fim definitivo da história.

“Happiness Begins” é um grandioso retorno dos Jonas Brothers, marcando a volta de uma das bandas que mais marcou o pop teen dos anos 2000.

“The Bold Type” entrega uma série importante para o mundo atual, exemplificando o feminismo através de três amigas e uma revista de moda.

“She is Coming”, álbum de Miley Cyrus, é um projeto despretensioso, divertido e experimental, capaz de causar aquele gosto de quero mais.

“Madame X” coloca a carreira de Madonna em um novo patamar com um álbum político e meio brasileiro, convergindo diferentes ritmos musicais.

A 73ª cerimônia do Tony Awards contou com discursos emocionantes, muita diversidade e uma linda celebração do teatro – repleta de música.

“Amizade Dolorida” brinca, de forma bem construída, com o BDSM e traz o divertido relacionamento entre dois amigos neste mundo – um deles uma dominatrix. Se você estivesse precisando de dinheiro, aceitaria virar assistente de uma dominatrix que também era sua melhor amiga na escola? É nessa situação que Pete (Brendan Scanell) se encontra, quando…

Nota do Colab: este texto contém spoilers. No ano passado, os fãs de Lucifer ficaram apreensivos quando a FOX anunciou o cancelamento da série, devido a baixa audiência. Não demorou muito para que os fãs fossem reclamar da decisão na internet através da hashtag #SaveLucifer (“Salve Lucifer”, em tradução), chegando aos Trending Topics mundiais do…

Um verdadeiro jogo de gato e rato. Essa é uma das maneiras de definir Killing Eve, uma das melhores séries do último ano. A produção da BBC America, centrada na relação da detetive Eve Polastri (Sandra Oh) e da serial killer Villanelle (Jodie Comer), estreou sua segunda temporada no dia 7 de abril. Entre os…

“Shadowhunters” termina a jornada com três temporadas, em um ano apressado e que, em diversos aspectos, chega ao fim de forma decepcionante. Nota da Colab: o texto contém spoilers.   Adaptar livros de fantasia para produtos televisivos e cinematográficos é um grande desafio. Um exemplo disso é o filme Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos…

Dentre todos os super-heróis já criados, o Batman é, possivelmente, o personagem que mais rendeu adaptações de seu universo, seja para a TV ou para o cinema. Não importa se o produto em questão vai ser estrelado por Bruce Wayne (como a série original e a trilogia dirigida por Christopher Nolan), por seus coadjuvantes (as…

Jim Carrey, um dos nomes mais conhecidos na indústria do entretenimento do século XXI, há algum tempo vem abandonando a fantasia de super-astro de Hollywood para propor uma outra perspectiva sobre glamour, dinheiro e fama. Há uma frase em um de seus depoimentos que diz: “Acho que todo mundo deveria ficar rico e famoso e…

“Special” foge do lugar comum e a série conta a história de um homem gay com paralisia cerebral, que precisa sair de um armário diferente do usual. Engraçada, comovente e dinâmica, a série Special, escrita e estrelada por Ryan O’Connell, merece destaque dentre as produções originais da Netflix. Com apenas oito episódios em sua primeira…

“Star Trek: Discovery” adiciona um novo capítulo a franquia e sua segunda temporada vem cheia de referências enquanto estabelece o seu próprio caminho. Nota do Colab: este texto contém spoilers. Star Trek é, possivelmente, a série de ficção científica mais famosa e cultuada ao redor do mundo. Frases como “Vida longa e próspera” e “Espaço,…

“Good Trouble” coloca sete jovens em uma república para fazer paralelos com o mundo real, em uma primeira temporada misteriosa e intrigante. Good Trouble é uma série da emissora Freeform, lançada em janeiro de 2019 como spin-off de The Fosters. A produção traz de volta Callie (Maia Mitchell) e Mariana Adams Foster (Cierra Ramirez), personagens de…

“Shazam!” é um divertido filme de super-herói de fórmula mais refrescante, cuja trama foca na ideia de estarmos sempre em um processo de aprendizagem. Você se transforma ao dizer “Shazam!”   O que é a dignidade humana? Pensar que há um único exemplo de ser humano ideal é tão antiquado quanto limitado. As grandes mitologias…

“O Date Perfeito” não inova, mas sabe trabalhar muito bem dentro da fórmula, entregando uma comédia romântica clichê muito gostosa de assistir. Após conquistar nossos corações em Para Todos Os Garotos Que Já Amei e Siera Burgess É Uma Loser, o queridinho Noah Centineo ganhou um filme para chamar de seu. Em O Date Perfeito,…

“O Mundo Sombrio de Sabrina” retorna para uma segunda temporada mais madura e confiante, dando mais desenvolvimento aos seus personagens e tramas.

“Shazam!” é uma história sobre amadurecimento, lembrando a constante jornada de desenvolvimento e auto-descobertas em que estamos.

“Like a Prayer”, álbum de Madonna, completa 30 anos sendo um dos discos mais marcantes da carreira da cantora – e do mundo da música.

“The L Word” completa 10 anos, sendo uma importante série para o meio LGBTQIAP+, tratando com naturalidade o mundo lésbico de Los Angeles. […] It’s the way that we live / And love Sendo um marco das produções audiovisuais, The L Word foi lançada no ano de 2004 no canal Showtime, retratando a vida e…

“Queer Eye” estreia sua terceira temporada mais maduro, em um ano focado em saúde mental e no processo de auto-aceitação – além do makeover tradicional.

The Umbrella Academy, a mais nova aposta da Netflix, apresenta um novo universo super- heróico que foge totalmente dos clichês que estamos acostumados. As séries de super-heróis não são nenhuma novidade na Netflix. Após ter produzido, em parceria com a Marvel, títulos como Jessica Jones, Demolidor e Justiceiro – todas elas canceladas – o serviço…

“Capitã Marvel” estreia não sendo tão grandioso como os lançamentos recentes da Marvel, mas cumpre muito bem o seu papel – e sua pegada social embutida. 2019. Ano em que o primeiro filme de herói concorre na categoria de Melhor Filme do Oscar. Pantera Negra (2018) foi um sucesso estrondoso e inesperado para a Marvel, contrariando…

“One Day At A Time” busca um tom mais leve e frágil para levantar questões importantes de serem discutidas, em uma terceira temporada inferior as anteriores. Nota da Colab: este texto contém spoilers. Imagine um retrato de uma típica família norte-americana. Agora substitua por uma mãe ex-militar divorciada, uma filha lésbica, um filho latino e…

“One Day at a Time” estreia sua terceira temporada em 2019. Se você tem dúvidas se deve assistir, listamos algumas razões para sanar seus questionamentos! A terceira temporada de One Day at a Time estreia hoje na Netflix, contando o dia-a-dia de uma família latino-americana, especificamente de Cuba, vivendo nos Estados Unidos. Sendo um reboot…

Na terceiro texto da coluna de Raquel Almeida, a colab discute a Direção de Arte de “A Favorita”, filme indicado 10x ao Oscar 2019. A melhor parte de começar um novo ano é a chegada da temporada de premiações – a hora de consagrar as grandes obras do cinema dos últimos 12 meses. Apesar das…

Em novo ano, “Doctor Who” troca o gênero de sua personagem principal e embarga em aventuras que evocam o espírito familiar e o sentimento de nostalgia Nota do Colab: este texto contém leves spoilers.   Não são muitas as séries que conseguem atingir uma grande longevidade na televisão. Chegar ao centésimo episódio é um marco…

“Grace and Frankie” alerta para os perigos da discriminação etária, em uma quinta temporada divertida que foca em encontrar independência na terceira idade. Lançada em maio de 2015 pela Netflix e estrelando as veteranas da sétima arte Jane Fonda e Lily Tomlin, Grace and Frankie é uma série cômica-dramática que estreou sua 5ª temporada no dia…

“Unbreakable Kimmy Schmidt” mostra que é possível carregar um humor ridículo até o fim – e da forma mais inteligente possível. Primeira série de comédia a ser encomendada pela Netflix, Unbreakable Kimmy Schmidtchegou ao seu fim em 2019. Criada por Tina Fey e Robert Carlock, a sitcom carrega um humor absurdo tratado através da inocência da…

“A Favorita” é repleto de comicidade, em um filme cínico e histórico que centraliza três poderosas mulheres como as manipuladoras de um importante jogo de poder. Yorgos Lanthimos têm demonstrado em sua filmografia um cinema que brinca com o desconforto como meio, mas não como fim. Por mais incômodos e inquietantes que Dente Canino (2009),…

“Sex Education” trata, com humor e boa inventividade, sobre assuntos ligados ao tabu sexual, em uma série de comédia divertida e importante. Discutir, quebrar tabus e divertir, abordando temas como sexualidade, relacionamentos e sexo, é a proposta de Sex Education, nova série da Netflix. Otis (Asa Butterfield) é um adolescente tímido de 16 anos com…

“A Favorita” é um filme cômico, cínico e de inspiração histórica, em uma história sobre ambição, amor e jogos de poder – e um forte trio de protagonistas. Yorgos Lanthimos têm demonstrado em sua filmografia um cinema que brinca com o desconforto como meio, mas não como fim. Por mais incômodos e inquietantes que Dente…

Estrelado por Keira Knightley, “Colette” conta a história de uma famosa escritora do século XX, enquanto aborda temas como empoderamento feminino. Com uma carreira de 23 anos e papéis importantes, a atriz Keira Knightley é conhecida por atuar, principalmente, em filmes de época, como Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra (2003), Orgulho e Preconceito…

“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” chega aos cinemas trazendo novos e velhos personagens em uma trama mais sombria. J.K. Rowling é um gênio. O mundo mágico criado pela escritora inglesa encanta milhões de pessoas ao redor do mundo inteiro, tendo marcado toda uma geração que, por anos, foi aos cinemas para assistir às adaptações…

Em novo álbum, Karol Conka não perde a qualidade ao levantar questionamentos sobre seu lugar na sociedade e falar de amor. “Quer falar em superação? / Muito prazer, sou a própria / Uma em um milhão / Original sem cópia”. É com esses versos que a rapper curitibana Karol Conka quebra o hiato de cinco anos sem…

“Bohemian Rhapsody” conta a história da lendária banda de rock Queen, dando um grande foco para o arco de Freddie Mercury. Brian May, Roger Taylor, John Deacon e Freddie Mercury. Quatro rapazes. Uma banda. E o sonho de se consagrarem no mundo da música. Um sonho que se tornou realidade e fez com que eles…

As Meninas Superpoderosas comemora 20 anos lutando contra padrões de gênero, patriarcado e preconceitos. Florzinha (Catherine Cavadini), Lindinha (Tara Strong) e Docinho (Elizabeth Daily) terminam o ano de 2018 comemorando o aniversário de 20 anos! Um dos desenhos mais queridos pela geração que nasceu na década de 1990, a animação conta a história das três irmãs…

“Dancing Queen” é uma série documental da Netflix que acompanha a vida de Justin Johnson, o homem que dá vida à famosa drag queen Alyssa Edwards.

“Skam”, série teen norueguesa, completa o aniversário de um ano de seu episódio final, deixando fãs marcados pelas histórias de seus quatro protagonistas.

“Merlí”, série catalã da Netflix, se inspira em “Sociedade dos Poetas Mortos” para mostrar a relação de um professor de filosofia com os seus alunos.

Sabrina Spellman e sua família de bruxos ganham uma repaginação com a estreia da série “O Mundo Sombrio de Sabrina”, assinada pela Netflix.

“Brooklyn Nine-Nine” comemora cinco anos desde a sua estreia, coberta de uma trama de humor inteligente e repleta de boa representatividade.

Pabllo Vittar lança seu segundo álbum de estúdio, “Não Para Não”, usufruindo, mais uma vez, de uma produção forte e memorável.

“RED” é uma websérie LGBTQ+ brasileira. A trama acompanha o relacionamento de duas atrizes, sendo a primeira do país com protagonistas lésbicas.

Cher é uma verdadeira lenda viva com a sua carreira que já perdura 50 anos. Dona de um dos maiores hits da música, ela termina 2018 com novo álbum e turnê. Cherilyn Sarkisian talvez seja um nome que se um dia ouvisse, não reconheceria – mas eu garanto que você sabe quem é. Dona de…

Sucesso e divulgação de clipes músicas recheados de críticas sociais tem causado discussões na internet, tanto sobre a linguagem quanto das temáticas usadas

BoJack Horseman retorna para sua quinta temporada na Netflix ainda mais ácida e realística, novamente adentrando na vida problemática do protagonista.

“The Handmaid’s Tale” (O Conto da Aia, no Brasil) chega na sua segunda temporada ainda mais crítica e forte para os telespectadores da premiada série.

“Tell Me You Love Me” comemora um ano como um dos melhores álbuns lançados por Demi Lovato, que se apoia não só no pop, mas também no R&B e soul.

Troye Sivan chega em 2018 com o seu segundo álbum de estúdio, “Bloom”, ainda mais maduro e cantando sobre amor de sua perspectiva LGBTQ+ como um homem gay.

“Pose” traz uma primeira temporada memorável, cheia de brilho e muito Vogue, com personagens diversos e que fogem do esteriótipo LGBTQIAP+. Vida. Glamour. Realidade. Marginalidade. Beleza. Medo. Cultura. Os anos 80 é uma década que se firmou no imaginário popular como uma época de intermédio, de criação, mudanças e surgimento da cultura mais emergente que…

“Astroworld” coloca Travis Scott em um novo patamar, com um álbum ambicioso e bem construído – e com algumas polêmicas. O dia 3 de agosto foi um pouco ocupado para o rap, que além de trazer os novos álbuns de Mac Miller e YG, teve o lançamento do aguardado ASTROWORLD, de Travis Scott (ou La Flame).…

Madonna completa 60 anos e é um dos maiores nomes da música mundial, sendo responsável por inúmeros feitos e influências na cultura pop.

“The 100” peca na circularidade da trama, mostrando sempre um evento de fim de mundo, mas triunfa no quesito desenvolvimento de personagem. Nota da Colab: este texto contém sérios spoilers!   The 100 é a história é baseada no livro de mesmo nome publicado por Kass Morgan, retratando um mundo futurístico em que os personagens sempre…

“Insatiable” traz uma narrativa com esteriótipos reforçados, em uma série exaustiva e sem qualquer tipo de desenvolvimento.

“Sex and the City” completa 20 anos como uma das séries mais influentes da televisão, principalmente quando o quesito é moda e desinibição sexual. Nota do Colab: Este texto, que contém diversos spoilers, é uma colaboração entre Carolina Cassese e vics.   Há 20 anos, o público norte-americano conhecia um quarteto icônico: Carrie, Charlotte, Miranda…

“Nanette” subverte o stand-up e serve como um tapa na cara, onde a comediante Hannah Gadsby usa seu próprio exemplo para fazer um apelo. “Você compreende o que autodepreciação significa quando vem de alguém que já é marginalizado? Não é humildade, é humilhação. Eu me rebaixo para poder falar e não vou mais fazer isso.…

“RuPaul’s Drag Race” completa uma década como o reality show de drag queens mais importante do mundo, comandado pelo ícone da arte drag, RuPaul.

“Sense8” termina a sua jornada com um sentimento de ciclo fechado, com personagens e histórias bem construídos e uma carta de adeus aos fãs. Se é que alguém ainda não conhece o fenômeno geracional que se tornou, Sense8 é uma ficção científica criada e roteirizada por Lilly e Lana Wachowski e produzida pela Netflix. A série…

“The Fosters” é uma série emocional sobre uma família adotiva, com personagens bem construídos e facilmente relacionável.

Para celebrar o mês do orgulho LGBTQIAP+, separamos uma lista com seis filmes que contribuem para a representatividade no cinema.

“Queer Eye” retorna para seu segundo ano continuando o incrível trabalho dos Fabulosos, com novos Heróis para o público se apaixonar – e chorar.

“Cara Gente Branca” traz um discurso certeiro que questiona problemas raciais, em um ambiente universitário dominado por brancos.

“Once Upon a Time” (Era Uma Vez, no Brasil) termina o ciclo de sua história dando o aguardado Felizes Para Sempre aos seus personagens.

Hayley Kiyoko lança o álbum “Expectations” com uma interessante bagagem, que colocam ela como uma das principais artistas em ascendência.

Imagine Dragons faz um show incrível como um dos artistas do Lollapalooza Brasil 2018, mostrando a incrível força da banda aos brasileiros.

“Everything Sucks!” faz uma ode aos anos 90 em uma série divertida de assistir, com um elenco carismático e uma playist sensacional.

“Com Amor, Simon” pinta um belo quadro sobre como um processo de “sair do armário” pode ser, em um filme para família e bem divertido.

“A Escolha Perfeita 3” não consegue manter o nível e falha no roteiro, mesmo fazendo um excelente trabalho no departamento musical.

“Aniquilação” é um presente para os filmes de ficção-científica, entregando um filme coeso de atuações forte e um roteiro afiado.

A edição do Oscar 2018 é muito especial e importante, seja pelo maior índice de representatividade ou pela resposta aos movimentos “Time’s Up” e “#metoo”.

“120 Batimentos por Minuto” é uma obra cinematográfica política, retratando um importante momento histórico do ativismo LGBTQIAP+ francês.

“Lady Bird” é um filme simples, mas que nas mãos de Greta Gerwig ganha camadas e é embalado positivamente pela protagonista, Saoirse Ronan.

O interior da Itália e os pomares de pêssegos são palco para o filme Me Chame Pelo Seu Nome (2017), baseado no romance homônimo escrito pelo egípcio André Aciman e dirigido por Luca Guadagnino. O encanto da ambientação onde acontece a história é incontestável na direção de fotografia feita por Sayombhu Mukdeeprom, com o uso…

“A Forma da Água” faz um excelente trabalho em todos os setores possíveis, entregando uma espécie de contos de fadas contemporâneo e místico.

“American Crime Story” começa sua segunda temporada mostrando a força de seu elenco, em uma história focada no assassinato de Gianni Versace. Quando foi anunciada, The Assassination of Gianni Versace seria a terceira temporada do mais recente sucesso seriado de Ryan Murphy. Após o bem recebido e multi-premiado The People v. O.J. Simpson, a segunda temporada…

Corpo Elétrico (2017), filme de Marcelo Caetano, aborda a temática de gênero com delicadeza, profundidade e maturidade cinematográfica.

Existem muitas divergências em relação à história do nascimento do Movimento Drag, porém constata-se que ele surgiu há muito tempo atrás, por volta do ano de 1800 na Europa, através de encenações de peças teatrais. Isso tudo aconteceu porque os homens precisavam se vestir de mulher para representar personagens femininas, já que as mulheres ainda…

“Teen Wolf” chega a sua sexta e última temporada carregando um enredo interessante, mesmo que falhe na hora de focar em seus personagens.

“Younger Now”, álbum de Miley Cyrus, marca uma nova e interessante fase na vida da cantora, em um projeto cheio de country.

Com um cenário musical brasileiro repleto de músicas ofensivas, alguns artistas promovem um quadro mais inclusivo e seguro musicalmente.

“Como Falar Com Garota Em Festas” encontra poesia e identidade na fantasia escrita por Neil Gaiman e desenhada por Fábio Moon e Gabriel Sá.

Jane Austen é uma das maiores escritoras de romance que já existiram, cujo legado deixa uma grande marca na literatura mundial.

“É Apenas o Fim do Mundo” é mais um trabalho primoroso de Xavier Dolan, que traz um filme cheio de nuances e atuações fortes.

Rico Dalasam mostra sua força e talento através de sua música, que narra suas lutas pessoais como um homem negro, gay e afeminado.

“Doctor Who” é um dos maiores clássicos da televisão mundial, com mais de 50 anos de história. Em 2018, a série estreia sua primeira Doutora.

O jogo “Life Is Strange” ganha uma análise da nossa equipe, em preparação para a sequência “Life is Strange: Before the Storm”.

🎧
Playlists.
Right Menu Icon
Copy link
Powered by Social Snap