skip to Main Content
Adams Foster Buscam Por Novos Problemas

Adams Foster buscam por novos problemas

Good Trouble é uma série da emissora Freeform, lançada em janeiro de 2019 como spin-off de The Fosters. A produção traz de volta Callie (Maia Mitchell) e Mariana Adams Foster (Cierra Ramirez), personagens de sucesso da série-mãe, que agora, após se formarem na faculdade, decidem começar a vida adulta em Los Angeles. Elas deixam as fraternidades acadêmicas e seguem em um mini caminhão diretamente para o Coterie, uma república repleta de lofts em um teatro na cidade californiana.

Assim como The Fosters, Good Trouble coloca em pauta assuntos sociais importantes, como questões raciais, imigração e LGBTfobia, desta vez deixando de lado as dificuldades da adoção e lares adotivos. No seriado que deu origem ao novo programa, cancelado após cinco temporadas, acompanhamos a história de Lena (Sherri Saum) e Stef Adams Foster (Teri Polo), um casal homossexual e mães adotivas dos gêmeos Jesus (interpretado por Jake T. Austin e posteriormente substituído por Noah Centineo) e Mariana (Cierra Ramirez), e de Brendon, filho do casamento anterior de Stef com Mike Foster (Danny Nucci).

Stef e Lena se sensibilizam com a trágica vida da delinquente Callie Jacob, que passou por inúmeros problemas em vários lares adotivos, consequentemente a levando para o reformatório. O casal decide adota-la, assim como seu irmão Jude Jacob. A produção então segue o conturbado processo de adoção e amadurecimento da garota, conhecendo o mundo real e vivendo em um ambiente familiar acolhedor, onde passa a ser compreendida. Cada membro da amada família Adams Foster ganha seus próprios aspectos pessoais e espaço para desenvolvimento, fazendo com que os espectadores sofram com seus sofrimentos, vibrem com suas conquistas e se irritem com suas ideias ruins.

Um pouco inconsequentes e ainda em fase de transição da adolescência para jovens adultas, Mariana e Callie vivem conflitos profissionais de quem acabou de se formar e, ainda, aprendem a lidar com a independência financeira ao se mudarem. Os principais momentos de Good Trouble acontecem no escritório judicial onde Callie trabalha como escriturária do conservador juiz Wilson (Roger Bart) e passa por divergências todos os dias, visto que seu posicionamento político sempre bate de frente com o do chefe. Por outro lado, a outra Adams Foster trabalha na agência Speckulate como engenheira de software, enfrentando os obstáculos de um ambiente de trabalho machista, dominado por homens, em uma indústria onde a mulher é completamente desvalorizada. Mas ambas usufruem de tais situações para se destacarem e tentar mudar a realidade.

Com a ausência dos outros membros da família Adams Foster, Good Trouble vai além de suas protagonistas, contando com personagens secundários bastante marcantes. Um destes exemplos é Alice (Sherry Cola), dona do Coterie, uma asiática engraçada mas que se cobra bastante para manter todos os inquilinos confortáveis e a casa em ordem. Ela vive as inseguranças da superação de um relacionamento que terminou bem até demais, gerando uma amizade com sua ex namorada, Sumi (Kara Wang). Davia (Emma Hunton), muito segura de si e seu corpo, apesar de lutar contra a gordofobia e os padrões da sociedade, mostra que é normal uma mulher forte ter seus momentos de fraqueza e ainda estar em fase de desconstrução e aprender a se valorizar. Dennis (Josh Pence), o mais velho da casa, um musico frustrado, visto por todos como um daddy galanteador que leva sempre uma companhia diferente para casa. É aquele quem ninguém sabe da historia, ninguém quer ouvi-lo, mas é imprevisível e se mostra sábio em suas decisões, se importando com todos – quem sabe ouvi-lo, sempre extrai algo bom.

Malika (Zuri Adele), negra e militante, tem papel bastante notável, sendo o espelho de uma mulher de cor na contemporaneidade. Mesmo sofrendo por conta de seu tom pele e por ser mulher em vários aspectos (como nos relacionamentos e frustrações familiares), é capaz de se mostrar forte e bem decidida quanto seus objetivos, nunca negando ou renegando sua luta. Por fim, Gael (Tommy Martinez) é um artista plástico e designer latino que trabalha na mesma empresa que Mariana, estando em uma fase de bloqueios criativos e indecisões pessoais e profissionais.

Good Trouble faz jus ao nome (tradução livre para Bom Problema), uma vez que todos os personagens tomam decisões que, mesmo sendo bastante impulsivas, têm algum impacto, não só para si mesmos, mas para o coletivo. Apesar da impulsividade de seus atos, a racionalidade sempre vem à tona, deixando em evidência que cada um dos personagem é um trabalho em progresso. Cada um, inclusive, faz um paralelo com a nossa sociedade, adotando algumas características que faz com que a série se enquadre bastante no mundo real e atual.

Não só uma série problematizadora e de cunho empoderador, Good Trouble tem uma trilha sonora bastante envolvente e sensual, adicionando à sua narração. Ainda, a produção tem como diferencial o seu enredo mutável, já que a trama não é linear em sua sequência cronológica, causando desconforto, mistério e intrigas. A primeira temporada traz 13 episódios, com a segunda já confirmada para estrear em junho deste ano, prometendo trazer mais problemas dos jovens moradores do Coterie.


agnes nobre

tem 19 anos e estudante de Jornalismo. apaixonada pela escrita e pela fotografia, sempre busca crescer e se aprimorar nisso. está sempre disposta a explorar e experimentar as áreas que o jornalismo proporciona. tem um catálogo de séries inacabadas e assistidas pela metade, um gosto musical de pré adolescente, e nunca nega uma cerveja!

Comente com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back To Top