fbpx
Em seu oitavo mini-álbum, "Your Choice", SEVENTEEN vai ainda mais longe e expande o seu próprio conceito através de histórias de amor.

Em seu oitavo mini-álbum, “Your Choice”, SEVENTEEN vai ainda mais longe e expande o seu próprio conceito através de histórias de amor.


DDiferente da indústria ocidental, o K-pop parece não estar passando pela pandemia. A verdade é que eles souberam se adaptar muito bem ao momento e não interromper o contínuo lançamento de mini-álbuns dos Idols — que por vezes lembram do coronavírus em músicas com mensagens de “você vai ficar bem, eu estou aqui ao seu lado”. É seguindo esse constância de novidades que o SEVENTEEN (ou SVT, na abreviação) lançou o Your Choice, oitavo EP do grupo.

Em atividade desde 2015, o boygroup da Pledis Entertainment é formado pela união de treze membros, sendo eles S.Coups (o líder), Jeonghan, Joshua, Jun, Hoshi, Wonwoo, Woozi, DK, Mingyu, The8, Seungkwan, Vernon e Dino. Apesar da composição do SVT não ser feita por 17 pessoas, já que o nome traduz-se como “DEZESSETE“,  o grupo parte do conceito de que “13 membros, em 3 sub-unidades, formam 1 time“. Assim, 13 + 3 + 1 = 17.

Da esquerda pra direita: Mingyu, Jeonghan, Jun, Woozi, Vernom, Seungkwan, S.Coups, Joshua, DK, Hoshi, The8, Wonwoo, Dino

Sendo um dos principais nomes da música coreano, o SEVENTEEN tem uma sólida carreira ao longo de seus seis anos de história, acumulando alguns dos maiores hits de K-pop da indústria, como Pretty U, Don’t Wanna Cry, Clap e a recente Left & Right. E, mesmo com todos os seus compilando alcançando o Top 5 dos charts coreanos, Your Choice chega aos fãs (conhecidos como Carats) introduzindo novos capítulos para o grupo e expandindo o conceito que carrega a união dos membros.

MILLION SELLER
Com a primeira semana de lançamento, Your Choice quebrou o recorde anterior do grupo de álbum mais vendido, com a comercialização de 1.36 milhão de cópias, ainda se tornaram o disco de K-pop lançado em 2021 mais vendido do ano. Atingindo o título de Million Seller em apenas quatro dias, sendo o quarto disco do SEVENTEEN a conseguir a marca, o EP também trouxe a primeira entrada do grupo na Billboard 200, debutando na posição de #15.

 

Pronto Para Amar

Capa do álbum

Ainda que o Your Choice seja composto apenas de seis faixas, a produção sabe muito bem onde quer chegar. Grande parte disso é o resultado do trabalho de Woozi, membro que compõe e produz todas as músicas do grupo — sendo, ainda, o líder da sub-unidade vocal do SEVENTEEN (formada por ele, Jeonghan, Joshua, DK e Seungkwan).

Enquanto metade do compilado é de faixas ágeis e dançantes, a outra parte aposta em baladas. Tudo se amarra por uma construção narrativa que mostra diferentes formas de amor, como um mais avassalador (Anyone), um mais apaixonante (Heaven’s Cloud e Same dream, same mind, same night) e um mais sensual (Wave).

Your Choice é apresentada pela título Ready to Love, um pop-EDM de tema floral que urge para que um amor seja correspondido e saia da temível friendzone. É sobre um sentimento avassalador de querer estar com a pessoa amada e fugir para as colinas afim de aproveitar esse amor até a última gota. É uma faixa dançante que apresenta o disco e ainda é acompanhada, na divulgação televisiva do álbum, por Anyone. Esta, uma das minhas favoritas, traz consigo uma declaração de companherismo e fidelidade, em versos que repetem “Nós fazemos as regras / A única regra do mundo / Não posso mudar, nem ninguém, ninguém” em meio a uma batida carregada de guitarra elétrica e poderosos vocais.

Mas o que faz desse lançamento do SEVENTEEN ainda mais interessante é uma divisão musical para as três sub-unidades do grupo. Eles, que são formados pela Unidade Vocal, Unidade de Performance (com o líder Hoshi, Jun, THE8, Dino) e Unidade de Hip-Hop (com o líder S.Coups, Wonwoo, Mingyu, Vernom), ganham uma faixa para focar especialmente nos vocais dos três grupos. Isso acaba dando a eles a oportunidade de ousar e experimentar, adicionando suas próprias identidades para o Your Choice e mostrar diferentes camadas do SVT. É o exemplo de GAM4 BO1, uma música que instantemente capta o seu interesse por abusar de sons de jogos 8-bit que se misturam a influências de Hip-Hop, ou Same dream, same mind, same night, reminescente dos anos 90 em uma balada R&B para dançar coladinho em uma luz ambiente — e que poderia facilmente estar em um álbum recente do Bruno Mars.

No final, eles mostram mais uma vez que são membros talentosos. Seja pela vocalização, harmonização, produção ou composição, Your Choice segue o trabalho claro que o SEVENTEEN vem traçando e amadurecendo ao longo desses seis anos. E é mais uma prova de que há muito mais por trás do que eles são capazes de fazer. Fica por nossa conta a decisão de seguirmos acompanhando-os ou não.

Compartilhe

Twitter
Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn
Pocket
relacionados

outras matérias da revista

Ampulheta
João Dicker

Ampulheta / “O Enigma de Outro Mundo” (1982)

Assistir à O Enigma de Outro Mundo em tempos que se discute conceitos como o “pós-horror” ou o “meta-terror” é extremamente revigorante. Se os entusiastas dessa nomenclatura apregoam como virtude nos filmes contemporâneos uma roupagem do “arthouse” para o gênero, o que John Carpenter faz nesta obra prima é oposto: ele recorre a estética de filme B e na simplicidade como sofisticação para entregar uma grande obra do terror que ecoa, tanto no uso da linguagem como no tema, a dificuldade humana em viver coletivamente. Propor uma temática principal para O Enigma de Outro Mundo é um exercício um tanto
Leia a matéria »
Back To Top