skip to Main Content
We Want To Be You

We want to be you

Com um ano do lançamento de seu primeiro EP, Billie Eilish é um dos maiores nomes do cenário electropop alternativo e um dos nomes mais promissores de 2018.


Voz marcante, personalidade forte e estilo inigualável são características da revelação do momento, a cantora estadunidense Billie Eilish de apenas 16 anos de idade. A cantora iniciou sua carreira na plataforma de streaming gratuito SoundCloud, fazendo covers de músicas famosas e alguns de autoria do seu irmão, o ator e cantor Finneas O’Connell. Aos 14 anos lançou a música Six Feet Under de forma independente, logo sendo convidada para trabalhar com a gravadora Interscope RecordsBillie ganhou notoriedade após Ocean Eyes viralizar no Spotify atingindo mais de 133 mil streams e hoje conta com o sucesso de seu mais novo EP don’t smile at me, lançado em 2017.

Certamente a idade de Billie surpreende devido ao seu vocal, que resultou em seu sucesso repentino e a tornou uma das mais promissoras jovens no cenário electropop alternativo. O estilo também é um traço marcante da cantora, que faz uso de roupas largas e muito coloridas, quase sempre de grifes famosas.

Apesar da pouca idade, a artista chega no mundo da música com uma proposta diferenciada de muitos artistas da atualidade. Considerando a fama irrelevante, seu desejo é o de fazer música sem fins lucrativos e seu objetivo é mais do que faturar com turnês e muitos álbuns vendidos, buscando por criar algo que as pessoas possam sentir, ultrapassando o básico e o superficial. Eilish espera fazer suas músicas sem perder sua essência e sem deixar de ser quem é, ao mesmo tempo procura não ser rotulada por uma um estilo de musica ou som definido.

 

Suas músicas possuem temas variados, com destaque para a canção idontwannabeyouanymore, com temática sobre depressão e como a sociedade tenta impor estereótipos no nosso dia a dia. É possível interpretar que estamos sempre cercados por pessoas que muitas vezes consideramos “perfeitas” e desta forma nos questionamos sobre o que há de errado conosco.

Em Copycat, Billie canta que, com o passar do tempo, um artista passa a ser reconhecido pelo seu sucesso, fazendo com que as pessoas passem a tentar imitá-lo em tudo. Assim, ela questiona: como as pessoas esperam ser autônomas se estão sempre fazendo o que as celebridades fazem? Qual o sentido de tentar ser você, se nem você consegue?

Em entrevista com a revista Clash Magazine, Billie deixa claro que acha a ideia de gênero algo muito vago, pois música boa é música boa. Como também reforça em diversas entrevistas que não tem um “som”, ela experimenta todas as formas de fazer e desta forma está sempre aberta para mudanças o tempo todo. Sua personalidade forte chega a ser muitas vezes intimidante, trazendo a ideia de rebeldia, características que Eilish não gosta que relacionem com sua idade. Segundo a mesma, seus anos de vida não deve ser um fator que caracterize sua personalidade.

O conjunto de todo o “pacote” Billie Eilish fez com que a rede BBC classificasse a cantora como uma das carreiras mais promissoras do ano de 2018, antes mesmo de lançar seu álbum – previsto apenas para 2019. É inevitável pensar que a artista,  com toda certeza, terá uma carreira impecável pela frente, que segue com uma turnê até março de 2019, com shows nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Londres, Bélgica, entre outros.


PLAYLIST



cecília basílio

19 anos, estudante de Jornalismo. Cinema e Música são seus maiores vícios. escorpiana que sonha em ser uma mistura de Annalise Keating e Olivia Pope.

Comente com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back To Top