Um livro para toda hora

Um Livro Para Toda Hora
[tempo de leitura: 4 minutos]

“Crônicas Pra Ler Em Qualquer Lugar” é um pequeno livro escrito por diferentes autores, mirando diferentes leitores de visões semelhantes.


EEm setembro deste ano foi publicado pela editora Todavia o livro Crônicas Pra Ler Em Qualquer Lugar, de Gregório Duvivier, Maria Ribeiro e Xico Sá. Trata-se de uma parceria entre os três escritores que participam do projeto literário Você é o Que Lê, iniciado em 2016. Realizado pela primeira vez no dia 10 de maio de 2016, em Salvador (BA), o evento foi sediado no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, e reuniu diversos entusiastas da literatura interessados em participar de um bate-papo mediado pelos autores.

 

O Projeto

Além de Salvador, o projeto passou por outras cidades do Brasil, sempre trazendo à tona a discussão sobre livros, literatura e outras questões do nosso dia a dia. Entre as cidades destacam-se Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo, Porto Alegre, Natal, Fortaleza e Belo Horizonte.

  • Save

Xico Sá, Maria Ribeiro e Gregório Duvivier durante evento do “Você é O Que Lê”

A edição do projeto literário, passou pela capital mineira no dia 21 de março de 2018, no Teatro Bradesco, localizado no bairro de Lourdes. Por mais que a pauta central do bate-papo tenha sido literatura, Gregório, Maria e Xico também entraram no âmbito político ao discutir sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista, Anderson Gomes, e sobre as eleições. A noite também foi marcada por uma discussão cultural, que abordou questões importantes sobre a literatura nacional e sobre o cinema brasileiro.

Por se tratar de um projeto itinerante pelas cidades do Brasil, o projeto também conta com o Instagram @voceeoquele onde, constantemente, Gregório, Maria e Xico indicam algum livro que estão lendo, como forma de incentivar e disseminar o gosto e a paixão pela literatura.

 

O Livro

  • Save

Capa do livro

Crônicas Pra Ler Em Qualquer Lugar foi lançado no segundo semestre deste ano e reúne uma série de crônicas escritas pelos autores. Alguns dos textos são inéditos, redigidos exclusivamente para o livro, enquanto outros são republicações que saíram originalmente em algum jornal.

“Nosso trio — meio Jules Jim e meio Dona Flor — começou à la big bang. Ou big band. Dando aquela plagiada nos portugueses e pedindo a bênção a Jorge Amado, assinamos nosso enlace em Salvador. E não à toa, passamos a noite de núpcias no Rio Vermelho. Fingindo que o trabalho era desculpa para se gostar, e usando uma turma de guerreiros literários como padrinhos, nossa trinca de ases anos 70 ‘deu bom’. Por acidente, sorte ou destino, a gente existiu desde o primeiro instante. E agora vira livro”.

– PARTE DA INTRODUÇÃO, APRESENTANDO O PROPÓSITO DO LIVRO.

Depois de tantos encontros do projeto Você é o que Lê e tantas conversas sobre literatura e afins, o Crônicas Pra Ler Em Qualquer Lugar é uma síntese de todo o trabalho que os autores vêm desenvolvendo através desse projeto literário. Ao longo das 109 páginas, os escritores discutem sobre os mais diversos temas em suas crônicas. O livro fala sobre política — um tema presente na maioria das crônicas que constituem a obra —, sobre amores, relacionamentos, morte, família, entre outros.

Através de um olhar subjetivo, Duvivier, Ribeiro e escrevem sobre a realidade à sua volta e, durante a leitura, é perceptível os estilos diferentes de cada um. A experiência de ler o livro se assemelha com a sensação de presenciar uma conversa entre os três – cada um tem seu jeito de se expressar, suas particularidades, mas, no fim, o objetivo é único: o amor pela literatura e pela escrita.

Ao mesmo tempo em que a obra emociona com crônicas mais intimistas e que tratam de assuntos delicados, como Dorme, João”, “A desaletrada da Rocinha” e “Ouvindo o disco novo do Chico”, outras crônicas são mais divertidas, como é o caso de A privada e a bicicleta”, “Calvofobia” e “O casal moderno. Enquanto isso, um novo apanhado de crônicas parecem acender a chama da esperança e da revolução diante do cenário político que o país está passando, como é o caso de Obrigada, Bolsonaro”, “Caetano e a vontade de viver” e “Eu, você e a revolução”.

  • Save

Crônicas Pra Ler Em Qualquer Lugar é um livro pequeno e fluído para se ler. Obviedades a parte, trata-se, literalmente, de um livro para ser lido em qualquer lugar, seja no ônibus, na cama prestes a dormir, ou na faculdade enquanto a aula não começa. É uma obra para qualquer leitor, capaz de emocionar a todos.

bruna curi

tem 20 anos, é estudante de Jornalismo, mineira, capricorniana e blogueira nas horas vagas. apaixonada por Livros, Filmes e Séries. gosta de escrever, é uma de suas maiores paixões.

Back To Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap