fbpx

Tirinhas: Bruno Bigh #1

O ilustrador Bruno Bigh faz a sua primeira Colab na revista com a publicação de uma de suas tirinhas, "Party Chicken".

Para ver a tirinha de Bruno Bigh em seu tamanho original, basta clicar em cima da imagem.

 

Party Chicken


Compartilhe

Twitter
Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn
Pocket
relacionados

outras matérias da revista

Ampulheta
João Dicker

Ampulheta / “Crepúsculo dos Deuses” (1950)

Se fosse necessário descrever Crepúsculo dos Deuses (1950), filme clássico de Billy Wilder, diria que se trata de uma história de amor machadiana. Por mais estranho que possa soar - afinal, nunca saberei se Wilder sequer leu Machado de Assis – o longa-metragem dialoga fortemente com Memórias Póstumas de Brás Cubas. O defunto-narrador do escritor brasileiro diz que escreve com “a pena da galhofa e a tinta da melancolia” e Wilder, enquanto cineasta-autor, faz o mesmo – e por consequência o seu narrador morto também – para contar um romance melancólico e sofrido com o próprio cinema. Ter um cadáver
Leia a matéria »
Back To Top