skip to Main Content
A Verdade (ainda) Está Lá Fora

A verdade (ainda) está lá fora

Usando de alienígenas e teorias de conspiração, a consagrada série “The X Files” comemorou em 2017 o aniversário de 15 anos de seu (primeiro) fim.


Séries de ficção cientifica são tão antigas quanto os programas seriados. Sempre muito presentes na programação, o gênero gerou inúmeras séries inesquecíveis, mas provavelmente a maior delas é Arquivo X.

Exibida pela primeira vez em 10 de setembro de 1993, a série da FOX acompanhava a vida do agente do FBI Fox Mulder (David Duchovny). Atormentado pelo sequestro e desaparecimento de sua irmã, Fox é obcecado pela teoria de vida extraterrestre inteligente. De acordo com ele, não só os aliens estão entre a gente, como também estão sendo auxiliados pelo governo dos Estados Unidos para fazerem a colonização da Terra.

Pôster de "The X Files", ou "Arquivo X" no Brasil

Pôster de “The X Files”, ou “Arquivo X” no Brasil

Sua teoria de conspiração faz com o que o FBI o coloque sobre investigação, relocando a agente, médica e cientista Dana Scully (Gillian Anderson) para observar os padrões de Mulder, a fim de reportar todas suas observações para o FBI. Sendo forçado a trabalhar ao lado de Scully, o agente começa a introduzir a médica nos Arquivos X, uma série de casos não concluídos envolvendo o paranormal.

O que Dana não esperava, no entanto, era que a teoria de Mulder, embora sem respaldo científico nenhum, começasse a fazer um leve sentido. A constante falta de explicação do governo para inúmeros casos e as relocações e intromissões do FBI para encobrir acontecimentos faz com que Scully começasse a colocar a sua fé em questionamento.

A série é inspirada fortemente em Além da Imaginação, mantra das séries de ficção científica. A famosa produção televisiva foi exibida entre os anos de 1959 e 1964, explorando o extraordinário e o paranormal e contando com um total de 156 episódios.

The X Files, ao longo de suas nove temporadas, trabalhou com o questionamento dúbio. Fox acreditava fortemente em sua teoria, e em inúmeras situações conseguia mostrar para o público que assistia, que a tal colonização era, de fato, verdade. Aliens estavam entre nós, e aliens haviam raptado sua irmã. E o governo estava assistindo.

Porém, ainda que Mulder representasse essa pessoa aberta as possibilidades do universo, ele era facilmente manipulado pelas pessoas acima dele, constantemente colocando um ponto de interrogação na sua crença. Será que estávamos apenas sendo manipulados? Será que o governo inventou a mentira dos aliens e deixou as pessoas acreditarem nela, afim de encobrir algo pior que visava controlar toda a sociedade?

Nesse mesmo quadro, Dana representava uma pessoa mais fechada, da ciência, que necessitava do respaldo científico para explicar tudo que acontecia ao seu redor. E quando isso não era possível, acreditava fortemente que tudo era fruto de sua imaginação. Um tanto religiosa, a fé de Scully é colocada a teste o tempo todo, fazendo com que a agente não consiga se decidir se acredita ou não no credo de Jesus Cristo.

Ainda que Dana se mostrasse bastante aberta às teorias de Mulder, por mais que não acreditasse em nenhuma delas, Fox fazia o contrário. Ateu, ele não conseguia processar de nenhuma forma a possibilidade da existência de uma forma divina superior, por mais que acreditasse na existência de seres extraterrestres. Sua descrença criava constantes atrito entre a dupla, que de alguma forma era remediado pela urgência da conspiração do governo.

Nesse mesmo processo, Mulder era auxiliado por um trio de nerds e expert em tecnologia, ao mesmo tempo em que recebia diversas informações confidenciais de membros de um grupo supersecreto de agentes do governo que estavam auxiliando a colonização dos alienígenas.

A produção contou com 202 episódios ao longo de seus primeiros nove anos de exibição. Um telefilme foi produzido e exibido em 1998 para cobrir eventos entre a quinta e sexta temporada. A nona temporada da série foi ao ar entre 2001 e 2002, recebendo críticas mistas e sendo fortemente má recebida pelos fãs. A audiência acabou caindo de forma drástica, resultando no cancelamento da série. O último episódio foi exibido em 19 de maio de 2002.

Seis anos após o seu cancelamento, o canal FOX produziu um segundo filme. Lançado em 2008, o subtítulo da produção trazia os famosos dizerem da série: “Eu Quero Acreditar” (“I Want to Believe”, no original). A frase, ao longo da exibição da série, tornou-se um grande ícone, sempre sendo relacionada à produção, assim como “Confie em Ninguém” (“Trust No One“, no original) e “A Verdade está Lá Fora” (“The Truth is Out There“, no original).

  

Sendo um gigantesco sucesso e um verdadeiro cult obrigatória das produções sci-fi, The X Files entrou para o Hall da Fama junto à Além da Imaginação, inspirando a criação de outras séries, como Fringe, de J.J. Abrams, também da FOX e Stranger Things da Netflix. Em 2016, um revival especial foi produzido, com seis episódios.

Na história, Mulder e Scully voltavam a se unir para resolver mistérios do Arquivo X, dando continuação a mitologia da série. A série foi bem recebida entre seu segundo e quarto episódio, mas foi bastante criticada no episódio final. A produção, no entanto, foi renovada para uma 11ª temporada, estreando na temporada 2017-2018.


vics

tem 22 anos e é formado em Jornalismo pela PUC Minas. é o Diretor de Arte da revista, sendo o responsável pela criação da identidade visual da zine. ainda, escreve matérias sempre que tem uma boa pauta. ao todo, já assistiu o correspondente a 13 meses em Séries, três meses em Filmes e em 2017 foram dois meses em reprodução de Música.

Comente com a gente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Back To Top