The Man in the High Castle: ainda bem que não aconteceu

The Man In The High Castle: Ainda Bem Que Não Aconteceu

Em sua terceira temporada, “The Man in the High Castle” não perde a qualidade e aprofunda em seu aspecto scifi.


Nota do Colab: este texto contém alguns spoilers.


Diversas produções audiovisuais têm como tema principal a Segunda Guerra Mundial, narrando os acontecimentos e desfechos do período histórico. Aproveitando da mesma época e inspirada no livro de Phillip K. Dick de mesmo nome, The Man In The High Castle é uma produção original da Amazon Studios, criada por Frank Spotnitz. Na narrativa, conhecemos uma diferente versão da História, onde Estados Unidos perdeu a guerra e foi dividido pelo Império Japonês e o Império Alemão, os então vitoriosos da Segunda Guerra Mundial.

A trama, que se passa em 1962, mostra uma realidade alternativa onde Alemanha e Japão são as duas grandes potências mundiais, impondo suas ideologias sobre o resto do mundo. Com Adolf Hitler (Wolf Muser) se mantendo como führer absoluto do Reich, comandando a região chamada Grande Reich Nazista nos EUA, a parte oeste, chamado Estados Japoneses do Pacífico, fica sob o governo do Império nipônico, separados pela chamada Zona Neutra.

A história de The Man in the High Castle gira em torno da descoberta de filmes que mostram uma outra versão do desfecho da Segunda Guerra Mundial, onde a então aliança nazista e nipônica era derrotada pelos Estados Unidos. Embora grande parte do material se encontre sob o domínio do Füher, que os mantém guardado para evitar que o público tome conhecimento deles, um grupo de oposição busca levá-los a um homem conhecido como O Homem do Castelo Alto (nome este que também dá tradução ao título da série/livro), que ao que tudo indica poderia transformar esses filmes em uma poderosa arma contra o Reich, que ocasionalmente possa levar a tão esperada derrota da aliança do Eixo.

 

 

Primeira Temporada

Diante desse pano de fundo, temos Juliana Crain (Alexa Davalos). A protagonista vive em São Francisco, região dominada pelos japoneses, tendo o primeiro contato direto com o material após sua meia-irmã Trudy (Conor Leslie) lhe entregar o filme e pedir que ela o mantenha em segurança. Junto à fita, Juliana encontra um bilhete indicando que Trudy deveria se encontrar com os membros da Resistência (grupo de oposição ao então governo) na Zona Neutra, partindo para o local em busca de entender o envolvimento de sua irmã em um movimento tão perigoso.

  • Save

Os personagens Joe e Juliana são peças fundamentais do mecanismo da série

Do outro lado do país, Joe Blake (Luke Kleintank), que vive em Nova York, é um espião nazista que em missão deve ir à Zona Neutra. Em certo momento os dois personagens se encontram e passam a se ajudar em situações críticas, resultando em uma certa aproximação entre eles. Enquanto isso, em São Francisco, Frank Frink (Rupert Evans), o noivo de Juliana, passa a ser interrogado pelo Kempeitai (a polícia militar japonesa) que sabe o que Juliana possui sob domínio. Encarregados de encontrar a personagem, o grupo interroga e tortura Frank, que além de ser noivo da então foragida é descendente de judeus, grupo perseguido pelos Impérios durante a Guerra.

 

Segunda Temporada

No segundo ano de The Man in the High Castle, o enredo é focado no Grande Reich Nazista, mais especificamente Nova York – uma região próspera e que segue à risca a ideologia de que a raça ariana é superior e imponente. A temporada dá protagonismo na família e ações do Obergruppenführer John Smith (Rufus Sewell), capitão do Império Nazista norte-americano, um estrategista e uma das principais peças no governo. Devido acontecimentos da temporada anterior, Juliana Crain pede asilo ao Grande Reich e é recebida sob proteção do Obergruppenführer. Ciente das ações de Juliana, John a mantém por perto com segundas intenções.

  • Save

John é um homem perigoso, estando sempre disposto a fazer o que for preciso em favor do Império Nazista

Joe, por sua vez, retorna à Alemanha após algumas revirtavoltas, tendo cumprido sua missão como espião no Reich estadunidense e acreditando que Juliana está morta. Na mesma linha de viradas, o Ministro do Comércio do Império Nipônico, Nobusuke Tagomi (Cary-Hiroyuki Tagawa), descobre que é capaz de “viajar” para uma realidade em que os Estados Unidos venceram a guerra, gerando mais expectativas sobre o que isso pode resultar na série – e entrando no viés de ficção-científica da história de Phillip K. Dick.

 

Terceira Temporada

A terceira temporada estreou no dia 5 de outubro de 2018, contando com dez episódios onde a trama explora ainda mais os filmes e o destino dos personagens. Logo no início da temporada é mostrado que o Império Nipônico possui bombas atômicas capazes de servir como uma ameaça ao Império Nazista, caso os alemãs decidam mudar o aparente cenário de paz que vivem com os japoneses. Na AlemanhaJoe Blake passa por um processo de “reeducação” cujo objetivo é garantir sua total fidelidade, consequência do descobrimento de que seu pai é um traidor do Füher. John Smith, que se mantem como um dos principais personagens, é promovido ao cargo de Oberstgruppenführer após a traição do pai de Joe, mas descobre problemas que ameaçam a sobrevivência de sua família.

  • Save

John e sua esposa, ao seu lado, durante um evento do Império

Sendo a peça de maior importância em The Man in the High Castle, Juliana passa a ganhar lembranças que incrementam o conteúdo das fitas e, com a ajuda de Tagomi, tenta chegar a uma possível explicação para os acontecimentos mostrados nos filmes. Em uma confraternização entre representantes dos dois Impérios, Juliana e Joe se reencontram, levando a uma reaproximação dos dois, já que o nazista possui informação de grande importância para a Resistência.

Contando com outros núcleos relevantes para o enredo da série, a temporada valoriza bastante seu conteúdo e abrange novas histórias, como a perseguição e discriminação à grupos específicos (como os judeus), que ganham destaque ao decorrer da trama. Tratando-se de uma série distópica, é tomado todo cuidado possível para não deixar laços mal feitos pelo caminho.

A produção da terceira temporada aposta em mais cenas de ação e mergulha de cabeça em seu teor de ficção-científica, explorando a existência dos Viajantes (pessoas naturalmente capazes de viajar entre as realidades) e o peso e ameaça que esse fato representa para o Eixo. A série também explora mais de seus personagens secundários e volta a abordar temas que as outras duas temporadas tinham deixado de lado.

  • Save

No relance, Juliana encontra em Tagomi um aliado

The Man in The High Castle estreou no ano de 2015 e todos seus episódios estão disponíveis na plataforma Amazon Prime. Por contar com um enredo diferente dos mais conhecidos atualmente, a série pode ser considerada uma produção inovadora que mostra a possibilidade de criar um ótimo conteúdo em cenários inimagináveis, preservando a boa qualidade de enredo e mantendo o interesse do público. Além disso, nos dá a chance de pensar o rumo que um desfecho diferente para a Segunda Guerra Mundial poderia levar nossa sociedade. Já pensou viver em um regime autoritário, opressor e sem liberdade de expressão? Deus nos free!


melissa vitoriano

tem 20 anos. estudante de jornalismo na UNESP Bauru. filha da Lua em sagitário e do Sol em leão, não deixa de curtir as coisas boas da vida, seja uma cerveja com os amigos naquele rolê de cada dia, ou uma boa série no conforto de casa. com gostos bem variados, é a própria admiradora de Amy Winehouse e Rihanna.

Back To Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap