fbpx

Para além do bandido gato

[tempo de leitura: 3 minutos]

Em série forte e bem produzida do Prime Video, Dom ganha o público com uma narrativa urbana bem construída.


Hoje vamos falar sobre Dom. A nova atração do Prime Vídeo chegou e já chamou atenção de muita gente. Ela é a primeira produção brasileira da plataforma e conta a história de Pedro Dantas (Gabriel Leone), ou como gostava de ser chamado, Pedro Dom, um bandido que movimentou o Rio de Janeiro nos anos 2000. A série estreou na plataforma no dia 04 de junho e acumula críticas positivas desde então. Posso adiantar que essa será mais uma, afinal não tem como escapar ao óbvio: a série é ótima.

A realidade foi uma boa base para essa trama baseada em fatos reais. Mas a construção da produção vai além do “bandido gato” que assaltava prédios de luxo. Ela mostra todo um contexto por trás da história apresentada pelos jornais da época, a começar pela história do pai de Pedro. Victor Dantas (Flávio Tolezani) foi policial civil, e começou a carreira na polícia ainda adolescente após descobertas que envolviam o serviço militar. Durante a carreira na polícia, Victor trabalhou na luta contra as drogas e na vida pessoal, atravessou o drama de ver seu filho Pedro se tornar um dependente químico

Na verdade, essa relação de pai e filho é o principal ponto de partida desse enredo. Existe uma contradição óbvia entre eles, o policial e o bandido. Mas se olhar com atenção, é possível perceber que essa diferença tão evidente esconde uma profunda semelhança entre os personagens. Como a história do pai é contada em flashbacks durante o drama do Pedro é possível comparar as visões e chegar a conclusão que pai e filho são dois lados da mesma moeda.

Para dar vida a essa intensa e complexa narrativa, o Prime Vídeo contou com um elenco de fato especial. O destaque aqui vai para Gabriel Leone e Flávio Tolezani os personagens principais. Mas de forma geral, todos os atores fizeram dos seus personagens grandes contribuições para a história. Foram cenas de overdose, violência e sexo bem complexas e que foram sustentadas com excelência. Uma escolha certeira para a pioneira nacional no catálogo do streaming.

Para não dizer que são só elogios, vale uma observação. Os olhares mais atentos podem perceber algumas incoerências no cenário em relação a época em que a narrativa é ambientada. Carros que ainda não haviam sido lançados e eletrônicos muito avançados para o período são alguns detalhes que podem ser observados em momentos pontuais da produção.

  • Save

Entretanto, isso de forma alguma foi algo que tenha comprometido a experiência proporcionada por Dom, que  prende tanto a atenção do espectador que fica difícil se deixar levar por minuciosidades.

Na cena final, vemos Pedro diferente do que foi apresentado durante a série, muito mais agressivo. Esse final indica um flashforward, uma técnica usada para mostrar o futuro do personagem. Ainda não é certo que a série tenha uma segunda temporada, mas como no decorrer da trama o público conhece um Pedro Dom romantizado, seria justo uma segunda temporada que mostre esse lado mais violento do bandido que aterrorizou a Cidade Maravilhosa por anos.

Dom foi uma produção que surpreendeu em termos de qualidade e envolvimento com a obra. É sem dúvidas uma das melhores séries brasileiras originais de streamings e também um produto importante do catálogo do Prime Vídeo. Vale conferir a novidade.

Lara Felix

Adora um bom Entretenimento, entre Filmes e Séries, Teatros e shows, e até mesmo uma novela bem dramática. É apaixonada por Literatura e reserva um lugar especial no coração para as adaptações audiovisuais de livros.

Sempre tem opinião sobre tudo, e por isso vê na crítica uma excelente oportunidade de expressão. Também ama escrever e acredita muito no poder da comunicação na sociedade. Por esses e outros motivos, é uma orgulhosa estudante de Jornalismo.

Back To Top
Right Menu Icon
Share via
Copy link
Powered by Social Snap