fbpx

TAEMIN é o caminho

[tempo de leitura: 6 minutos]

Com o mini-álbum “ADVICE”, TAEMIN segue mostrando suas cores em conceitos que se estendem para o audiovisual e um show global online.


AAssim como qualquer outro mercado musical, o K-pop possui o seu próprio grupo de Prince, Madonna, Michael Jackson ou Britney Spears. Mas, por ser um gênero relativamente novo (o primeiro grupo de ídolos da música coreana moderna, H.O.T., debutou em 1996), a maioria dessas personalidades ainda são jovens artistas beirando os 30, que seguem acompanhando as mudanças do gênero enquanto eles próprios continuam fazendo parte dessas mutações. TAEMIN é um desses nomes.

Em 2008, com apenas 14 anos, Lee Tae-min debutou como um dos cinco integrantes do conceitual grupo da SM Entertainment, SHINee — o nome é a união da palavra “brilho“, em inglês, e um sufixo que em coreano significa “aquele que recebe a luz“. Ao lado dos seus membros, o artista ajudou a concretizar conceitos que hoje são comuns ao gênero ao mesmo tempo em que propunha novas tendências, logo servindo de inspiração a um novo batalhão de artistas.

  • Save
SHINee, da esquerda para a direita: ONEW, JONGHYUN (falecido), TAEMIN, MINHO, KEY

Sendo parte da “segunda geração de ídolos” e estando em atividade até hoje, o SHINee detém o título de Príncipes do K-pop, tanto pela qualidade de suas elaboradas danças sincronizadas quanto pelas habilidades vocais, que fazem deles nacionalmente conhecidos como um dos melhores grupos de vozes ao vivo entre toda a indústria. Como um artista solo, TAEMIN é conhecido como o Ídolo dos Ídolos. O título, que na Coreia tem o mesmo peso do que o Rei do Pop, é o resultado da confluência de habilidades que o artista, agora com 28 anos, mostra em seus vocais, dança, moda e conceitos visuais.

 

Criando Tendências

TAEMIN é um desses artistas que conseguiu muito em um relativo curto espaço de tempo. Tendo sido o primeiro de sua empresa (SM) a ingressar no mercado de solistas ainda como membro ativo de um grupo, Lee lançou o seu primeiro álbum solo, ACE (2014), já como um nome de peso dentro da indústria. Mas, sozinho, o cantor mostrou ao público as próprias cores e desenvolveu conceitos e visuais únicos, que extrapolam os limites do K-pop convencional.

Seguindo em uma união entre o pop e o R&B, o Ídolos dos Ídolos adotou uma identidade ainda mais adulta e distante do conceito como parte do SHINee. Sua música ficou mais pesada e sensual, em letras que falam sobre amor, luxúria, auto-descoberta, decepções, fé e questionamentos filosóficos. Ainda, a androgenia de TAEMIN não se limitou apenas a sua roupa ou aparência, mas também à sua dança, que tornou-se mais intrínseca e fortemente influenciada pela dança contemporânea, com coreografias que misturam movimentos masculinos e femininos.

Move, possivelmente sua música de maior sucesso, é a prova viva de sua influência. E entregando grandes hits (Danger, Move, Want, Criminal, Idea) a cada lançamento, não é de se espantar que o terceiro mini-álbum, ADVICE, continue o seu legado como Príncipe ou O Ídolo.

 — OUÇA A PLAYLIST DO CANTOR! 

 

Conselhos

  • Save
Capa do mino-álbum

ADVICE é um trabalho que já começa memorável. A faixa-título, carro-chefe do compilado, começa com um acelerado dedilhado de piano que por horas lembra uma peça de balé e por outras o clímax em uma ópera. Quando a voz do cantor se une à esse R&B de batidas trap, Advice atinge um novo patamar que torna a title um hipnotizante complexo de sentimentos.

Adiciona-se a isso o belíssimo clipe. Nele, vemos TAEMIN em uma elaborada coreografia de sufocantes e surreais cenários que demonstram o desespero por trás da letra: “Quanto mais você tenta me prender, mais eu me desvio, veja bem / Se você quer ver o fim, me provoque mais / Este é um conselho para você / Melhor seguir o meu próprio conselho“.

Em apenas cinco faixas, o mini-álbum traz as diferentes facetas do artista e a sua versatilidade criativa. Navegando entre o R&B, o pop-dançante e arranjos minimalistas, TAEMIN está perfeitamente confortável dentro do seu elemento.

O que me marca em toda essa breve jornada é entender claramente porque Tae-min é conhecido por seus vocais ao vivo. Mesmo que ADVICE não seja um live album, músicas como a deliciosa If I could tell you, com participação da solista TAEYEON, ex-Girls’ Generation, ou Strings, mostram para os viajantes as extensões vocais de Lee. A suavidade e estabilidade de sua voz, assim como suas notas altas e a habilidade de controle, mostram as camadas de seu talento, que contrastam positivamente com músicas mais carregadas, como a título.

ADVICE é uma boa porta de entrada para qualquer um que queira conhecer os charmes de TAEMIN, sejam eles artísticos ou no âmbito pessoal. O único negativo de apaixonar por Lee Tae-min nessa altura do campeonato é que este é o último projeto musical do artista pelos próximos dois anos, agora que ele fez o seu alistamento militar obrigatório no último dia 31. Pelo menos é tempo suficiente para conhecer mais de sua discografia, que consiste em seis mini-álbuns (três coreanos e três japoneses), quatro álbuns completos (um deles japonês) e duas reedições — além, é claro, do catálogo do SHINee, com vinte títulos lançados até o momento.

 

N.G.D.A.

Como um show de despedida antes do alistamento e um aquecimento para o vindouro ADVICE, TAEMIN apresentou para os fãs, Taemints e Shawols, o TAEMIN : N.G.D.A, seu primeiro apresentação global online. Com 16 músicas no Set principal e quatro em dois Encore, N.G.D.A (sigla para Never Gonna Dance Again, título de seu terceiro álbum completo) foi transmitido no dia 2 de maio através da Beyond LIVE, uma plataforma digital especializada na realização dos shows globais dos artistas da SM Entertainment e JYP Entertainment, co-criadoras da iniciativa e duas das principais empresas de cultura coreana.

 

Apenas Nós e Ele

Traduzido literalmente para Nunca Irei Dançar De Novo, TAEMIN dificulta consideravelmente o trabalho de selecionar os destaques do show. Pode ser a abertura, com Think Of You e I Think It’s Love, em que ele aposta em uma pegada mais intimista e vocal. Imediatamente depois, com o dance break ousada de Guess Who. Ou quando a segunda parte começa, e Heaven vem acompanhada de um paredão inclinado.

  • Save

Pode ser o Interlude para Just Me And You, onde ele traz uma peça de dança contemporânea com a belíssima roupa do número de abertura, ou o clipe especial em que ele relembra algumas das principais coreografias de seus 13 anos de carreira. Ainda temos a primeira apresentação de Advice, para anunciar o álbum, o dinamismo por trás de Danger, onde o palco mostra três diferentes níveis em constante movimento, e a belíssima Rise, que apostam inteiramente no vocais de TAEMIN.

Aproveitando o fio, isso traz um dos diferentes pontos que torna a produção tão positiva. Lee sabe dosa bem a construção do show, colocando as baladas e música mais vocais na abertura e no fechamento, enquanto as faixas mais agitadas, com elaboradas coreografia, são espalhadas pelo meio. Isso faz com que o Never Gonna Dance Again possa se manter com uma energia estável do início ao fim e danças mais conceituais sejam intercaladas com as mais intrínsecas.

 

Um Show de Carreira

No final de tudo, o ponto é um só: TAEMIN : N.G.D.A é preciso para a sua grandiosidade, sendo um prato cheio para o talento do artista. Com trocas de roupas, diferentes níveis de elevados, paredões, um telhado móvel, os telões LED e todo o jogo de iluminação, o show é marcado por um dinamismo muito forte, com um palco que ganha profundidade e é preenchido por um seleto grupo de dançarinos — além do magnético carisma artístico do cantor.

  • Save

É curioso, inclusive, vê-lo entrar no personagem que suas danças exigem. É como um estado mental instantâneo que ele rapidamente desliga no momento em que passa interage com o público online – e assume uma personalidade quase tímida e introvertida – ou volta a ligar assim que um novo número começa.

No quesito coreografia, é possível perceber uma conexão entre as danças, com pequenos passos que se repetem e que parecem criar uma narrativa através de movimentos e dos fortes sentimentos que TAEMIN carrega durante toda a sua apresentação. Apesar dele adicionar detalhes únicos em cada um dos números apresentados, transformando-os em momentos singulares, todas as performances fazem parte de um coeso conceito que se espalha por todo o N.G.D.A, do início ao fim.

  • Save

Do lado técnico, a produção parece muito mais afiada que algumas outras apresentações feitas através da mesma plataforma. E, talvez por ser uma das melhores vozes ao vivo do K-pop, torna-se muito mais fácil perceber que não só TAEMIN está cantando ao vivo, como também está entregando seu corpo e alma para trazer aos fãs o show de sua vida.

 — OUÇA A PLAYLIST DO CANTOR! 

vics

Tem 25 anos, é formado em Jornalismo e tem uma pós em Comunicação e Marketing. É um dos criadores do projeto, colaborando com matérias sempre que tem uma boa pauta em mãos.

Em 2020, passou 48 dias assistindo Séries usando a desculpa de escrever pra revista e outros 11 dias assistindo Filmes, deitando pra indústria dos blockbusters. Não leu nenhum Livro, mas foram 48 dias reproduzindo Música e fingindo estar dublando pelo próprio legado. ✨

Back To Top
Right Menu Icon
Share via
Copy link
Powered by Social Snap