fbpx

Identificação de ritmos e posicionamentos na Bahia

[tempo de leitura: 5 minutos]

“Gil Baiana, Ao Vivo!” é uma das experiências sonoras e sensoriais mais impactantes de shows para se assistir durante a quarentena.


AA união de artistas marcados pelo reggae e a postura crítica diante a política fazem do encontro entre Gilberto Gil e BaianaSystem mais que surpreendente, mas sim bom de se ver e ouvir. A troca de experiências entre diferentes gerações de músicos, unidos pela sonoridade brasileira, com influências africanas e latinas, e as críticas políticas que fortalecem seus trabalhos, assim pode ser considerado o encontro de Gil e BaianaSystem no álbum Gil Baiana, Ao Vivo!, resultado do show que juntou as duas gerações de artistas baianos em Salvador, capital da Bahia, em novembro de 2019.

Ao longo das sete faixas que revisitam sucessos de ambos, parecemos reviver os momentos de aglomeração, o alto astral e a alegria de festas populares em uma gravação ao vivo, que proporciona dividir com o ouvinte experiências anteriores ao isolamento social mas ligadas a contemporaneidade. Nesse sentido, qual foi o último show que você foi antes da pandemia?

 

GIL BAIANA, AO VIVO!

  • Save
Capa do álbum

Conectados pelas raízes baianas e a inspiração no ritmo jamaicano do reggae, o disco mistura a atitude reflexiva de Gil com o som experimental e potente do grupo. A energia característica de Gilberto se encontra com a versatilidade da banda, produzindo releituras de músicas dos dois artistas escolhidas a dedo, seja pela adequação ao momento atual e ou a sensação que estas expressam.

Gil Baiana, Ao Vivo! é um reflexo de diversas influências e experiências, desde a cultura baiana, com a presença da guitarra, a percussão típica da África e os sistemas de sound system, isto é, as caixas de som e pilhas de alto-falantes junto a música, famosos na Jamaica, isso tudo sem deixar de lado o discurso politizado, um dos pontos de destaque do lançamento, ainda mais nos tempos atuais de banalização em diversos campos.

Uma versão da canção Is This Love?, de Bob Marley, dá início ao material, revelando logo de cara que as inspirações musicais estariam também ali presentes. O encontro começa com temas mais suaves e lentos, longe do que conhecemos dos shows liderados por Russo Passapusso, cantor, compositor e um dos integrantes do BaianaSystem.

SOUND SYSTEM
A cultura sound system nasceu na Jamaica, passou por Londres e chegou no Brasil através de discos e ondas sonoras que vinham da ilha caribenha para o Maranhão. Os maranhenses abraçaram o Reggae, e até hoje o estado é conhecido como a “Jamaica Brasileira”.

Segundo o guitarrista da banda, Roberto Barreto, “o reggae realmente está muito presente neste álbum, assim como o ijexá e essa foi uma escolha do Baiana. O reggae tem uma influência enorme na obra de Gil, especialmente nos anos 80, quando ele começou a trabalhar com Liminha, produtor musical e co-autor de Nos Barracos da Cidade.

A terceira faixa, Extra, nome de álbum e música lançados por Gilberto Gil em 1983, ganha ainda mais vitalidade com o consistente sistema de som da Baiana, que contribui para fortalecer o conceito do som misturado, resultado do contato com diferentes fontes sonoras, muito trabalhado por Gil em sua trajetória, e consolidar a mensagem da música.

  • Save

Eu tu e todos no mundo / No fundo tememos por futuro / Eu e todos os Santos valei-nos / Livrai-nos desse tempo escuro

EXTRA (Gilberto Gil, 1983).

 

CELEBRAÇÃO

A grande potência que nos revela ao longo das sete faixas do Gil Baiana, Ao Vivo! é um esclarecimento, acompanhado de uma inquietação, de alguém que vê além e precisa compartilhar, seja para nortear, acompanhar ou embalar certos momentos, ao mesmo tempo que nos faz pensar sobre vários aspectos de nossa vida e sociedade.

A reflexão de ambos é por vezes sutil, envolvente e original, levando o ouvinte a um show sonoro que revisita memórias e antigos sucessos. Baiana, que não se limita em um estilo musical determinado, parece recuar um pouco de sua atitude explosiva no palco, se adequando ao clima de Gil para realmente se conectarem e mostrarem as afinidades, sobretudo musicais que possuem. Gil praticamente nos mostrou o ijexá e uma fusão importante com a música pop, desde “Refavela” e de coisas anteriores e isso está presente em nosso trabalho”, diz o guitarrista Barreto ao revelar, em entrevista para a Veja, a influência do artista e a realização de um sonho da banda em gravar com ele.

AO VIVO E FÍSICO
O registro do show, que ocorreu em novembro de 2019 no Parque de Exposições de Salvador para mais de 30 mil pessoas, também ganhou uma versão em LP, disponivel para encomenda por meio do Noize Record Club.

O momento mais simbólico e representativo de Gil Baiana, Ao Vivo! é a quinta música, Sarará Miolo, em que Gil canta Sara, sara, sara cura / Dessa doença de branco / De querer cabelo liso / Já tendo cabelo louro / Cabelo duro é preciso / Que é para ser você, crioulo, reforçando o apelo político do disco, principalmente o reconhecimento negro nesse caso, e também os elementos que os aproximam na música e no palco. “É essa fusão de momentos, contextos, histórias. O BaianaSystem é uma banda com esse ecletismo. É a Bahia, né? A Bahia tá viva aqui”, celebra Gil em nota.

Ainda, mais quatro canções compõem o repertório, que vai crescendo melodicamente ao longo do material, entre elas Nos Barracos da Cidade e Pessoa Nefasta, clássicos da carreira de Gilberto Gil que, como suas outras músicas incluídas, passaram por transformações em relação à gravação original. Além disso, a banda recupera Dia da Caça e a finalização fica por conta de uma celebração à canção Água de Beber, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

  • Save

Fato é que a colaboração e troca entre os artistas nos revela uma experiência sonora e sensorial que ultrapassa o contato físico, nos faz sentir a emoção e a energia do ao vivo e, de alguma forma, possibilita, mesmo que apenas por minutos, sair da realidade do confinamento para atingir uma alto astral realidade alternativa. Certamente, ao final do álbum o seu último show será Gil Baiana, Ao Vivo!.


PLAYLIST

  • Save

Mike Faria

mike faria

Conectado com a potência das narrativas e a sensibilidade social encontrou no Jornalismo o melhor lugar para se expressar, junto a prática de natação nas horas vagas e as distopias para lidar com a realidade.

Back To Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap