skip to Main Content
A Rainha Do Crime

A Rainha do Crime

Há muitos anos as mulheres buscam reconhecimento, respeito e igualdade tanto na vida pessoal, quanto no trabalho e perante a sociedade. Então, quando alguma consegue se destacar e estar à frente de seu tempo é preciso elogiar e buscar entender como tal feito aconteceu. Esse é justamente o caso de Agatha Christie.

A escritora inglesa nasceu em 1890. Desde a sua primeira publicação, Agatha já foi responsável por muito rebuliço no meio literário conservador justamente por ir além do que as pessoas conheciam e esperavam. Ela sempre propôs uma experiência diferenciada e misteriosa ao leitor, que a cada história precisava se tornar o próprio detetive que protagonizava as narrativas para descobrir quem era o responsável pelo crime horrendo que acabara de acontecer.

Os livros de Agatha Christie já foram relançados diversas vezes, ganhando diferentes capas e edições ao longo dos anos, além de ter suas várias de suas obras adaptadas para o meio cinematográfico e televisivo. A história E Não Sobrou Nenhum é uma das mais famosa em vários quesitos, ganhando dois filmes, dois telefilmes e, recentemente, uma série produzida pela BBC UK, considerada a melhor adaptação da autora já feita para a televisão.

O primeiro livro da autora foi lançado há 97 anos e marcou um aspecto muito importante de sua carreira, servindo para introduzir e apresentar personagens que retornariam para diversos de seus próximos livros. O senhor Hercule Poirot e o capitão Arthur Hastings foram os pioneiros nos mistérios criados pela britânica, que ainda acrescentou Miss Marple e Ariadne Oliver à sua coleção de enredos criminais.

Ao longo de sua carreira, a escritora já publicou mais de 80 livros, sendo a maioria deles dentro do gênero de romances policiais. Ao todo, já foram mais de quatro bilhões de exemplares vendidos no mundo todo, fazendo de Christie um importante símbolo feminino na literatura e uma referência em termos de qualidade de escrita.

 

Lançamento

Agatha é a mente responsável por criar os enredos de alguns romances policiais clássicos como, Assassinato Na Casa do Pastor, Os Crimes ABC, O caso do Hotel Bertram e claro, Assassinato no Expresso do Oriente. Este último ganhou, em 23 de novembro, um longa-metragem dirigido por Kenneth Branagh e estrelado por Penélope Cruz, Johnny Depp, Judi Dench, Michelle Pfeiffer, entre outros nomes conhecidos da indústria cinematográfica.

A narrativa gira em torno de um misterioso assassinato que aconteceu dentro de um trem em que o famoso detetive Hercule Poirot, interpretado pelo também diretor Kenneth Branagh, se encontrava. A bordo desta mesma viagem está um grupo de pessoas com personalidades bem diferentes que vão se mostrar suspeitas e passíveis de cometer um crime. A grande questão é encontrar o assassino em meio ao caos de mentiras e desavenças.


laísa santos

sonhadora, extrovertida e pseudo cineasta. viciada em Filmes, Séries e Fotografia. e claro, a maior admiradora do Tim Burton que você respeita!

Comente com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back To Top