skip to Main Content
A Peculiaridade De Tim Burton Em 5 Filmes

A peculiaridade de Tim Burton em 5 filmes

Tim Burton realmente sabe o que quer e não vacila quando o assunto é a criatividade, mesmo que às vezes o resultado não tenha tanta recepção positiva do público. Ele ousa sem se preocupar com o limite e cria os personagens mais exóticos possíveis, sempre extravagantes, introspectivos, solitários e diferentes do padrão que a sociedade prega. É possível dizer que todos são caricaturas descaradas do diretor, que já comprovou o seu gosto pelo incompreendido.

É válido lembrar que Burton se inspira em filmes “B” mas suas obras sempre tem um elenco muito bom que mergulha fundo na personalidade dos personagens. Ele é um diretor visionário e autoral que conseguiu se manter na indústria cinematográfica durante tantos anos com o mesmo estilo. Tim Burton é ousado e intelectual, fiel ao próprio universo e totalmente onipotente quando o assunto é o surreal.


Vincent (1982)

O curta metragem mostra, em forma de um poema (escrito por Burton), a vida de Vincent Malloy, um menino bem diferente das outras crianças de sua idade. Enquanto essas gostam de jogar bola, assistir TV, ficar com os amigos e até fazer a lição de casa, o pequeno Malloy quer se aventurar nas histórias de Edgar Allan Poe. Ele se imagina dentro das tramas do autor, imitando seu ídolo das telas, Vincent Price, além de sentir uma melancolia sufocante e citar poemas, como O Corvo.


Os Fantasmas se Divertem (1988)

Beetlejuice, Beetlejuice, Beetlejuice“. É assim que o personagem de Michael Keaton é convocado por Adam (Alec Baldwin) e Barbara Maitland (Geena Davis) para participar da trama e ajudá-los a espantar a família de Winona Ryder da antiga casa em que moravam. Para compreender tudo é necessário entender que o casal protagonista morre repentinamente após oito minutos de filme, e a partir daí eles iniciam uma jornada de adaptação a vida de fantasmas e investigam esse mundo desconhecido pelos vivos.


Edward Mãos de Tesoura (1990)

O filme tem como personagem principal um jovem chamado Edward (Johnny Depp), que foi construído por um inventor, que faleceu antes de terminar seu grande trabalho, deixando o garoto sozinho e sem as duas mãos, na mansão tipicamente gótica em que moravam. Um dia, uma doce senhora vendedora de cosméticos, chamada Peg Boggs (Dianne Wiest), o encontra abandonado no local e decide ajudar, levando-o para sua casa. A partir daí ele vai viver grandes emoções na cidade e conhecer pessoas que vão mudar sua vida, seja de um modo positivo ou não.


A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)

Willy Wonka (Johnny Depp) é dono da maior fábrica de chocolate da cidade e que nos tempos de ouro se consagrou com os melhores e mais inusitados doces, mas desde que a fórmula de suas criações foi revelada, ele vive recluso e fora do alcance das pessoas. Inesperadamente, um concurso é divulgado na cidade e promete aos cinco ganhadores um passe livre pela fábrica durante um dia, mas para conseguir tal feito, as pessoas precisam encontrar os bilhetes dourados deixados em cinco barras de chocolate ao redor do mundo.


Alice no País das Maravilhas (2010)

Siga o coelho branco. Essa frase está guardada na memória de qualquer pessoa que ame a história, uma vez que essa decisão mudou completamente a vida da protagonista, Alice Kingsleigh, já que foi esse coelho que a fez voltar ao País das Maravilhas depois de muito tempo. Adaptado por Burton em 2010, o filme narra a volta de Alice (Mia Wasikowska) as terras mágicas e a felicidade das criaturas em reencontrá-la, mesmo ela não se lembrando de estar lá quando ainda era pequena.


laísa santos

sonhadora, extrovertida e pseudo cineasta. viciada em Filmes, Séries e Fotografia. e claro, a maior admiradora do Tim Burton que você respeita!

Comente com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back To Top