fbpx

“Infiltrado”: o lado sombrio das empresas de carros fortes

[tempo de leitura: 2 minutos]

Dirigido por Guy Ritchie, “Infiltrado” surpreende pelas camadas de seu protagonista e o clima de ação e tensão do longa.


NNa obra de Guy Ritchie, Infiltrado, conhecemos Patrick “H” Hill (Jason Statham), um cara misterioso que trabalha diligentemente para uma empresa de carros fortes até que um clima de desconfiança surge em seu emprego. É muito interessante como aqui entendemos toda a situação de perigo em que esses profissionais correm ao proteger altas quantias de dinheiro.

Já conhecemos Jason Statham por grandes filmes de ação e luta e, assim como em Carga Explosiva, o ator está muito a vontade no papel, em um longa cujo enredo busca mostrar suas habilidades de luta e até de se entrosar com seus colegas de serviço — o que faz muita diferença em toda a obra. Isso traz para o protagonista camadas que são reveladas durante a narrativa, além de boas cenas de luta, tiro, porrada e bomba que adicionam mais dinamismo para a história.

Destaco aqui também os efeitos sonoros de Infiltrado. Sentimos que estamos do lado de “H” em um clima tenso, desde o entrar na empresa até o transportar do dinheiro. Todas essas situações que o protagonista precisa lidar para mostrar suas verdadeiras motivações fazem com que essa parte técnica se envolva e cresça, chamando muita atenção e estando alinhada a uma abertura cheio de mistérios e de como Patrick se encaixa nesse universo.

O filme de Guy Ritchie também apresenta vilões que surpreendem, trazendo riqueza e sendo bem colocado dentro da história — o que adiciona uma reviravolta bem forte. Assim, o enredo consegue caminhar para um fim coeso em relação aos antagonistas da história.

  • Save

A única coisa que deixa a desejar em Infiltrado é a questão do ritmo. Ao mesmo tempo que o longa tem um caminhar ágil em relação a todo o contexto, em grande parte da história só nos resta avançamos ou retrocedemos em relação aos acontecimentos e motivações dos personagens. Apesar de ser um recurso recorrente em filmes de ação, o mesmo pode deixar o telespectador confuso já que a montagem não é tão linear.

Infiltrado é um filme que discute bastante o lado sombrio das transportadoras de grande quantidades de dinheiro, mas também explora como os profissionais se sentem. É também sobre como, as vezes, as coisas acontecem em relação aos perigos e situações pessoais, fazendo com que os personagens deixem de lado o profissional e partam para uma vingança pessoal.

Marcos Tadeu

É Fotógrafo freelancer, formado em Jornalismo pela PUC Minas e se descobriu Crítico no meio de uma pandemia. Apaixonado por animações Disney, sonha em ir para os parques de Orlando.

Ainda, é noveleiro de tramas boas enquanto tenta se redescobrir no mundo do Cinema e da TV — e como o audiovisual pode proporcionar a experiência humana.

Back To Top
Right Menu Icon
Share via
Copy link
Powered by Social Snap