fbpx

Pesadelo na Rua Z / Hush – A Morte Ouve (2016)

[tempo de leitura: 2 minutos]

Enquanto muitos filmes de terror se baseiam nos sons para causar medo no público, Hush – A Morte Ouve faz o caminho oposto: o medo está no bom trabalho do silêncio. Na trama acompanhamos Maddie Tough (Kate Siegel), uma escritora com deficiência auditiva e vive isolada em uma floresta e precisa lutar pela sobrevivência quando um assassino mascarado (interpretado por John Gallagher Jr.)aparece nas redondezas da propriedade.

Inicialmente, Maddie não era a vítima do assassino, contudo, uma vez que o homem nota a condição da protagonista, ela passa a virar uma caçada interessante. Ele consegue invadir a casa, roubar o celular da escritora e enviar fotos dela para o notebook que estava usando. Através de jogos mentais e deixando claro que a está vigiando, o assassino persegue lentamente Maddie pela casa.

Como a protagonista é surda, a produção usa desse elemento como ponto central do filme. Nos momentos em que as cenas são percepções de Maddie, não há nenhum som, ou seja: nem a protagonista nem o público sabem onde o assassino está.

Home invasion (traduzido como invasão domiciliar) é um subgênero do terror em que os assassinos invadem os lares das vítimas, e toda a trama é baseada na perseguição no local. Esse modelo de filme, geralmente, já é muito angustiante por si só, pois os protagonistas são colocados em grande perigo onde, em situações normais, se sentem mais seguros e confortáveis e entram num jogo de gato e rato.

Em Hush – A Morte Ouve, dirigido por Mike Flanagan, o terror psicológico não é diferente, e ainda tem o grande adicional da ausência de qualquer sinal sonoro do invasor. Sem gritos, sustos ou trilhas sonoras assombrosas, o filme consegue manter uma grande tensão e deixar os espectadores bem aflitos.

Apesar da surdez, Maddie consegue tramar várias situações para enganar o seu perseguidor e usa dos elementos da sua casa para tentar salvar sua vida. Para quem parecia ser uma presa fácil, a escritora também é capaz de manipular o vilão e usa dos seus outros sentidos com grande destreza.

Além da boa construção do terror, o longa ainda conta com essa protagonista fascinante e que dá gosto de se ver. Cada atitude dela é uma surpresa e dá vontade de continuar assistindo para ver até onde ela vai chegar. Também não posso deixar de mencionar que a máscara usada pelo assassino é bizarra e dá um medo absurdo.

Parece que não basta somente matar, ele faz questão de ser fisicamente assustador e ainda perseguir uma pessoa com deficiência auditiva dentro da própria casa. Te desafio a assistir a Hush – A Morte Ouve e tentar dormir na sequência!

Quer Assistir?
O filme Hush – A Morte Ouve está disponível na Netflix

deborah almeida

mineira, jornalista e feminista. viciada em filmes adolescentes e de terror, amante de seriados e enaltecedora das divas pop. tanto 8 quanto 80, apaixonada por palavras, colecionadora de cartão postal e louca dos tsurus de origami.

Back To Top
Right Menu Icon
Share via
Copy link
Powered by Social Snap